Browsing Category

24aos24

24aos24 Destaques

24aos24: Fazer Um Curso Relacionado a Moda!

30 de maio de 2016

Oi gente!

Esse é aquele tipo de desafio gostoso de ser cumprido. Tão gostoso que não devia ser considerado desafio, no entanto, entrou pra lista do 24aos24 pois vivo adiando procurar um curso relacionado a algo que gosto demais e vocês que conhecem o blog já devem ter percebido: moda.

Se tem uma área que eu gostaria muito de trabalhar entre tantas áreas que a moda proporciona, é a de consultoria. Eu adoro dar uma ajudinha pra alguém que me pede uma opinião na hora de montar looks. E não, não me acho profissional a ponto de achar que alguém deve seguir cegamente a minha opinião, mas como gosto muito do assunto, acabo ficando muito feliz quando alguém me consulta.

Sendo assim, ficaria muito mais segura após aprender mais sobre consultoria de moda. Já aconteceu de me procurarem pra ajudar a ter uma mudança radical no guarda roupa, por achar que as roupas não estavam de acordo com a idade. Fiquei muito honrada, e apesar de ter ficado muito animada, fiquei um pouco perdida. Afinal, era algo muito grande. E não sabia bem por onde começar. Mas ainda assim fiz o meu melhor e ver a pessoa grata pela minha ajuda foi demais, sério!

Por essas e por outras, além da felicidade que isso me propõe, estar mais preparada para dar dicas de moda aqui no blog também seria bem legal. Ter uma base mais concreta, sabe? Porque querendo ou não, hoje em dia, trago pra cá coisas que gosto e dou dicas e opiniões baseadas no meu gosto mesmo.

Estou me programando para tentar um curso online nas férias da faculdade, onde o tempo vai estar menos corrido. Espero conseguir e absorver muito conteúdo bom pra passar adiante. Porque é realmente muito gratificante ajudar alguém com algo que eu realmente gosto.

Você aí, o que acha desse desafio? Conta pra mim!

Grande beijo,
Thai.

24aos24 Destaques

24aos24: Relaxar!

23 de maio de 2016

Oi gente!
Mais um desafio do 24aos24, e o desafio dessa semana é mais um que entra pra lista de desafios muito difíceis de serem cumpridos. Relaxar é a palavra que escolhi pra substituir uma expressão muito mais forte e de mais impacto, que é controlar a ansiedade. Vou explicar o porquê…

Há algum tempo, percebi que tinha crises, crises que mais tarde descobri lendo e pesquisando por aí que poderia ser ansiedade patológica. Ou seja, não é aquela euforia por algo bom que está para acontecer, como uma festa no fim de semana, por exemplo. Mas sim um sentimento ruim, do qual a mente não desliga de algo que não se tem nem a certeza se vai ou não acontecer e mesmo assim já sofre. Confuso, não é? Sim, muito confuso e perturbador.

Estive lendo um livro do Augusto Cury sobre ansiedade, no qual ele explica que muitos de nós sofremos de SPA, que é a síndrome do pensamento acelerado. E eu me encaixei em muitos questionamentos que ele faz no livro. “Você sofre por antecipação?” Sim. “Você acorda cansado?” Sim. “Não tolera trabalhar com pessoas lentas?” Sim. “Tem dores de cabeça e muscular?” Sim sim sim, definitivamente sim! Entre muitas outras questões.

Mas mesmo com essa conclusão, não me acho no direito de afirmar que tenho essa doença, até porque não posso me auto diagnosticar. E sei que ansiedade não é brincadeira. Já vi depoimentos de gente que sofre muito com isso, sofre a ponto de não conseguir ter uma vida saudável, e precisar de remédios pra conseguir levar a vida numa boa.
Claro, acredito que assim como qualquer distúrbio, ela pode se manifestar de diferentes formas. E por isso, a minha inquietação, o meu pensamento contínuo e todo o sofrimento e angústia que me causam, pode ser um estágio de ansiedade.

Assisti um vídeo recentemente, em que a pessoa disse que a forma com que ela lida com a ansiedade diante de um problema, é buscar saídas racionais para esse problema, antes de sofrer por ele. E falar, sempre falar o que incomoda ao invés de guardar. Limpar a mente e tentar se manter tranquilo.

Sinto que a ansiedade, ou seja lá o que eu sofro, não é uma escolha. E muito menos drama. É algo terrível, em que muitas das vezes eu não me sinto capaz de me livrar. No entanto, depois do que tenho lido e assistido, espero poder ver isso sob outra perspectiva.
Usei a palavra relaxar, mesmo sabendo que não se trata apenas disso. Pretendo futuramente procurar ajuda médica. Mas já é um começo, não é mesmo?

Você aí, tem alguma coisa sobre essa assunto pra compartilhar?

Grande beijo,
Thai.

24aos24 Destaques

24aos24: Ver O Lado Bom Das Coisas!

16 de maio de 2016

Oi gente!
O tema do 24aos24 de hoje é bem complementar ao da semana passada, que você pode ler AQUI se perdeu. Bem, eu preciso confessar que não sou nenhuma Miss Brightside, sou mesmo uma pessoa bem pessimista e sempre acho que se as coisas tendem a dar errado, ela vai dar. E eu realmente acredito que isso faz uma grande diferença: ver o lado bom das coisas. Então, eis mais um desafio pra minha lista para por em prática.

A vida sempre vai ter altos e baixos, não é mesmo? Ninguém está imune a isso, a vida de ninguém é 100% perfeita e nos eixos, mesmo que a gente tenha essa impressão da vida de alguém. E já que temos esse entendimento, porque não encarar os problemas com outros olhos? Sim, eu estou falando com você aí, mas com certeza escrevo pra mim mesma também. Quando exponho aqui as vantagens se ser mais positiva, parece mais fácil de enxergar.

Acredito que quando passamos por alguma dificuldade, seja ela grande ou pequena, algo muito bom pode estar por vir. Nem que seja apenas um aprendizado, ou quem sabe para aprender a dar valor as coisas que até então passavam despercebidas. São exemplos básicos, reclamações de ter que acordar cedo para trabalhar, quando na verdade, é mais correto agradecer por ter um trabalho no qual exige que acordamos cedo. Imagina o quão desgastante seria perder o emprego na situação atual do nosso país, onde está cada dia mais difícil arranjar um trabalho? Aí entra também o assunto da semana passada, ser grato pelas coisas que se tem.

Os exemplos simples e comum não param por aí. Quando a gente acorda pela manhã, nem nos damos conta que Deus está nos dando mais um dia pela frente, e mais, um dia gozando de plena saúde. Há tantas pessoas nos hospitais clamando por saúde, e ás vezes não percebemos o quão abençoados somos por estarmos bem. Pois é, estou me incluindo nesse grupo de pessoas! Não estou tirando de mim essa culpa. Mas por que só consigo enxergar essas coisas depois de pensar muito? Isso tem que ser imediato! E é isso que almejo nesse desafio.

Quero mais paz de espírito. Quero cada dia mais ser grata pelo que tenho e enxergar a beleza disso todos os dias antes de qualquer reclamação que eu possa pensar em fazer. Porque a lista de coisas pra agradecer, com certeza é bem maior do que a lista de reclamações. Quero deixar de ser tão pessimista e pensar que se algo tem chance de dar errado, também tem chance de dar certo, e ir atrás disso!

Quem aí tá comigo em mais esse desafio? Vamos pensar mais positivo e ser mais gratos? Diz aí que sim!

Grande beijo,
Thai.

24aos24 Destaques

24aos24: Gratidão!

9 de maio de 2016

Oi gente!
Só pelo título, fica fácil notar que o desafio dessa semana do 24aos24 é um pouco diferente dos demais. Sim, continua sendo uma coisa que só eu posso fazer por mim, no entanto trata-se de algo abstrato, mas que faz muita diferença na vida de alguém. Trata-se de gratidão.

A palavra gratidão tornou-se ultimamente uma palavra recorrente, onde muitas pessoas são contras outras a favor. Explicando melhor, quem se diz contra, é mais contra a “modinha” que essa palavra tem passado, do que pelo sentimento em si. Afinal, a gratidão é muito mais que uma palavra. É um sentimento, uma oração.

Ser grato é muito bonito, e perceber isso o quanto antes é muito importante. No meu caso, sou grata a Deus, porque acredito em um Deus que está acima de todas as coisas. Mas nem sempre está diretamente ligado a isso. Você pode ter um sentimento de gratidão mesmo não acreditando em Deus. Você pode ser grato a qualquer outra coisa, e se isso te traz serenidade e paz de espírito, acredito que está tudo bem. E claro, no dia a dia, ser grato as pessoas ao seu redor, reconhecendo o quantos são importantes, agradecendo sempre que possível e não só da boca pra fora, faz parte desse universo imenso que é a gratidão. Afinal, amor ao próximo é uma forma de gratidão.

Sim, eu sou uma pessoa que cultua a gratidão. Sou daquelas pessoas que ao fazer uma oração, antes de mais nada, eu agradeço. Sinto que quanto mais eu agradeço, mais Deus me dá motivos para agradecer. E isso é um ciclo.
Claro, que nem todos os dias são flores, mas são nesses dias mais difíceis que a gratidão deve ser aplicada. Afinal, nos momentos de dificuldades, perceber o quanto se tem para agradecer é muito importante.

Nem sempre fui uma pessoa tão good vibes, e acho que ainda tenho muito a aprender e melhorar. Por isso a gratidão ainda é um desafio pra mim. É um exercício diário, onde nem sempre é fácil. Quero cada dia mais ser uma pessoa melhor, olhar o lado bom das coisas, ser mais positiva e agradecida. E aprender mais sobre isso, dia após dia. Acho que quanto mais coisas boas você emitir para o mundo, mais coisas boas voltará para você. E isso é outro ciclo. E no fim das contas, tudo se trata de ciclos, onde você recebe o que passa pro próximo, e o próximo te devolve em um volume maior e assim sucessivamente.
Então por que não escolher emitir coisas boas, não é mesmo?

gratitude

Você aí, tem algo a compartilhar sobre esse assunto? Deixe aí nos comentários, vou adorar saber.

Grand beijo,
Thai.

24aos24 Destaques

24aos24: Cuidar Melhor Da Pele!

2 de maio de 2016

Oi gente!
Olha eu aqui de volta em mais uma semana, com mais um desafio do 24aos24. Preciso confessar que nunca fui uma pessoa muito cuidadosa com a minha pele, se tratando mais especificamente da pele do rosto, menos ainda. Sou dessas que passa protetor solar no verão e olhe lá, e que acha que a proteção do BB cream é suficiente para manter a minha pele protegida. E claro, não é bem assim.

Tenho a pele do rosto bem oleosa, principalmente na região T. E com isso, acabo tendo muitas espinhas. E sempre tive! Fui daquelas adolescentes que precisavam usar cremes, sabonetes de ácido e etc. E hoje em dia ainda não consigo lidar direito com as espinhas, porque as espremo, eventualmente. Ok, culpada! Sou bastante desleixada, e sei que mais cedo ou mais tarde, irei me arrepender por tantos descuidos. Por isso, esse é mais um desafio a ser vencido.

Entre os itens da lista de cuidados com a pele está: dar mais importância ao protetor solar, limpar bem a pele, não espremer as espinhas e claro, hidratá-la. Na semana passada, comprei um sabonete líquido anti-acne da Panvel, para ver se minha oleosidade dava uma trégua. (Mostrei no snap, se você ainda não me acompanha por lá, é oliveiraathaii). Só que paralelamente, a temperatura caiu demais, e a minha pele está extremamente seca. Meu nariz está até descascando. Ou seja, é necessário achar um equilíbrio entre tirar a oleosidade e manter a pele do rosto hidratada.

O resto do corpo também necessita de cuidados. Confesso que a última vez que hidratei o corpo religiosamente, foi no inverno passado. Usei um hidratante corporal da Nívea maravilhoso. Senti realmente a diferença. Mas depois que o inverno passou, o hábito foi se perdendo. Já está na needslist que preciso do meu hidratante power da Nívea de volta.

Vou fazer um post mais explicadinho sobre os produtos que uso para cuidados com a pele, e dos que quero experimentar. E sendo assim, espero realmente levar esse desafio a sério. Espero que não seja tarde demais para adotar esses cuidados. Quero chegar a terceira idade bem cuidada. Haha

A cada post do desafio, vou percebendo que quanto mais a sério eu levar todos esses tópicos, maior vai ser o benefício. Fico feliz que tenho começado a perceber onde estou errando e tentando resolver, cuidar mais de mim. Obrigada a quem está acompanhando! <3

Se alguém tiver alguma dica de produtos bons, só deixar aí nos comentário.

Grande beijo,
Thai.